sábado, 4 de julho de 2009

Porque é que...

...ninguém pode ver uma mulher solteira e feliz sem querer arranjar-lhe logo um falhado qualquer. Honestamente, chega minha gente. Já me custa a aturar a mim própria quanto mais a outro! Há pessoas que não atingem este conceito infelizmente...
É tão século XIX! Um homem se anda solteiro e diz que "quer viver a vida" é um "granda garanhão" e "ele é que a sabe toda". Uma mulher é uma irresponsável e devia era arranjar um rapazinho jeitoso.

Não defenitivamente não quero "rapazinhos jeitosos", o tipo "sim querida, o que tu quiseres" irrita profundamente (sei do que falo). Porque é que não me deixam com as minhas manias sem clichés nem opiniões???

Viva a nossa sociedade e a necessidade patológica que cada um tem de se emparelhar com o primeiro que lhe aparece à frente mesmo que não tenham nada a ver um com o outro. Estou farta de ver miúdas inteligentes e interessantes com idiotas chapados e rapazes super interessantes, inteligentes e queridos com miúdas com problemas psicológicos graves.

A sério, será que se vão calar agora?

Com isso e com o "não achas estranho teres mais amigos rapazes"? Não, não acho. Os rapazes são divertidos, bebem cerveja, fazem piadas porcas e respondem "caga nisso" quando lhes expomos um problema grave. Saltam connosco em moches (protegem-nos deles se necessário) e tens de lhes gritar aos ouvidos que tens problemas para eles perceberem. É um tipo de amizade diferente, mas que faz falta, é SAUDÁVEL. Não é natural achar que toda a gente deve namorar ok?

Man, e nem sequer estamos em Fevereiro...

Mia, a contestatária

5 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Becky e Shawy disse...

Não sejas tão violenta pah xD
É normal querem impingir-nos um gajo com toda a força xD a malta é assim uns com os outros :P

Andas muito stressada !

m_I_a disse...

são os exames que me stressam...vão lá impingir coisos às vossas tias, haja paciência...

Problemas de socialização primários? não me parece caso contrário não ia conseguir andar de transportes públicos, actividade que exige uma fluidez social profunda

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
João Duarte disse...

Sabes que mais?

Caga nisso...:)